Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mail tegen vrij eucalyptus planten

Domingo, 23.09.12

If you want to stop the upcoming change in legislation in Portugal, concerning the liberalisation of eucalyptus plantations without restriction, that is currently being proposed and decided upon, please email this message with your name and location (region and country) at the bottom to this address: regimearboriz@afn.min-agricultura.pt Please do this as soon as possible. 

Ex.mos Senhores: Recentemente tomei conhecimento da alteração da legislação sobre Arborização e Rearborização, a qual abre a porta à liberalização das plantações de eucalipto. Na sequência desta notícia, solicito a atenção de V. Ex.a para o assunto que passo a expor. As práticas de monocultura do eucalipto, uma espécie fortemente alelopática, provoca a destruição da biodiversidade através da inibição do crescimento de plantas vizinhas. O eucalipto é uma espécie que afasta qualquer biodiversidade animal, visto que as suas folhas contêm óleos essenciais voláteis e compostos químicos os quais actuam como pesticidas, eliminando muitas espécies de insectos e outros artrópodes essenciais ao funcionamento do ecossistema. O eucalipto está classificado como uma espécie exótica invasora. Contém um longo sistema radicular que, associado a uma sede desmedida e a uma taxa de crescimento elevada, torna numa única geração qualquer solo fértil em deserto, sendo necessárias muitas mais para recuperá-lo posteriormente. Erradicar o eucalipto é extremamente difícil, sendo somente possível com a intervenção mecânica de grande escala – revolvendo e removendo qualquer tronco e raiz – ou após a total exaustão do solo. O eucalipto depende do fogo para a germinação da sua semente. Consequentemente, a espécie evoluiu no sentido da criação das condições ideias para fogos florestais, tal como temos tido a oportunidade de observar nas últimas semanas. Será a nossa necessidade de papel razão suficiente para transformar o país numa caixa de fósforos? Economicamente e a nível do ambiente, o eucalipto é uma cultura não rentável comparada com diversas outras espécies nativas portuguesas. O valor monetário do eucalipto está actualmente tão baixo, devido à sobre-exploração e produção barata noutros países como o Brasil, que mal compensa o investimento em plantações. De facto, actualmente esta monocultura só se torna possível através da injecção de grandes subsídios. Uma alternativa mais rentável e sustentável seria a criação de florestas de espécies nativas portuguesas como o carvalho, o castanheiro e o sobreiro, as quais providenciariam uma maior variedade de produtos bem como uma produção de madeira mais rentável e de melhor qualidade. Se bem geridas, estas florestas criariam uma receita que cresceria com o passar dos anos, e que poderia ser aproveitada todos os anos ao invés de num ciclo de nove anos, como o caso da monocultura de eucalipto. É também de salientar que a grande variedade e amplitude de diferentes produtos possíveis de obter tornaria qualquer investidor menos sujeito às flutuações do mercado em relação a um único produto e à devastação resultante da perda total duma plantação devido a um fogo ou doença. Tendo em conta todas as razões citadas em cima, peço assim que reconsiderem a alteração da legislação sobre Arborização e Rearborização, e que evoluam no sentido de proteger o nosso património natural ao investir na plantação de espécies nativas, as quais são naturalmente mais resistentes ao fogo - protegendo as vilas e aldeias mais expostas a este factor - e potenciam uma maior diversidade de espécies da flora e fauna portuguesas. Agradecendo antecipadamente a atenção de V. Ex.a, apresento os meus melhores cumprimentos, (NAME) (REGION, COUNTRY)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por NCBPortugal às 09:45








comentários recentes

  • Marant

    Wij zijn al open vanaf vrijdag 5 september!!

  • MARANT

    Nog gedurende deze expositie hebben we een special...

  • Karin Hulsman

    Helaas, de markt gaat morgen niet door. De volgend...

  • Bert ten Brinke

    Mooi, Leni.Dit gedicht is muzikaal vertolkt door h...

  • Anónimo

    gostei do blog

  • leni

    ocharme die non... 'k zou niet in haar plaats will...

  • marten salverda

    Vanuit Nederland onze oprechte deelneming! Sterkte...

  • Leen

    http://e-beira.com/index.php?option=com_adsmanager...

  • Leen

    http://www.facebook.com/events/283276478451184/We ...

  • NCBPortugal

    ja, inderdaad .De volgende is op 1 juli.Leni