Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



De dromen van Passos Coelho

Sábado, 29.09.12
«O sonho de Pedro Passos Coelho

Um terço é para morrer. Não é que tenhamos gosto em matá-los, mas a verdade é que não há alternativa. Se não damos cabo deles, acabam por nos arrastar com eles para o fundo. E de facto não os vamos matar-matar, aquilo que se chama matar, como faziam os nazis.

Se quiséssemos matá-los mesmo era por aí um clamor que Deus me livre. Há gente muito piegas, que não percebe que as decisões duras são para tomar, custe o que custar e que, se nos livrarmos de um terço, os outros vão ficar melhor. É por isso que nós não os vamos matar. Eles é que vão morrendo.

Basta que a mortalidade aumente um bocadinho mais que nos outros grupos. E as estatísticas já mostram isso. O Mota Soares está a fazer bem o seu trabalho. Sempre com aquela cara de anjo, sem nunca se desmanchar.

Não são os tipos da saúde pública que costumam dizer que a pobreza é a coisa que mais mal faz à saúde? Eles lá sabem... Como eles adoecem mais, é só ir dificultando cada vez mais o acesso aos tratamentos. A natureza faz o resto.

O Paulo Macedo também faz o que pode. Não é genocídio, é estatística. Um dia lá chegaremos, o que é importante é que estamos no caminho certo. Não há dinheiro para tratar toda a gente e é preciso fazer escolhas. E as escolhas implicam sempre sacrifícios. Só podemos salvar alguns e devemos salvar aqueles que são mais úteis à sociedade, os que geram riqueza. Não pode haver uns tipos que só têm direitos e não contribuem com nada, que não têm deveres.

Estas tretas da Democracia e da Educação e da Saúde para todos foram inventadas quando a sociedade precisava de milhões e milhões de pobres para espalhar estrume e coisas assim.
Agora já não precisamos e há cretinos que ainda não perceberam que, para nós vivermos bem, é preciso podar estes sub-humanos.

Que há um terço que tem de ir à vida não tem dúvida nenhuma. Tem é de ser o terço certo, os que gastam os nossos recursos todos e que não contribuem. Tem de haver equidade. Se gastam e não contribuem, tenho muita pena… os recursos são escassos.

Ainda no outro dia os jornais diziam que estamos com um milhão de analfabetos. O que é que os analfabetos podem contribuir para a sociedade do conhecimento? Só vão engrossar a massa dos parasitas, a viver à conta.
Portanto, são: os analfabetos, os desempregados de longa duração, os doentes crónicos, os pensionistas pobres (não vamos meter os velhos todos porque nós não somos animais e temos os nossos pais e os nossos avós), os sem-abrigo, os pedintes e os ciganos, claro. E os deficientes.
...Mas, se não tiverem uma família que possa suportar o custo da assistência não se pode atirar esse fardo para cima da sociedade. Não era justo. E temos de promover a justiça social.

O outro terço temos de os pôr com dono. É chato ainda precisarmos de alguns operários e assim, mas esta pouca-vergonha de pensarem que mandam no país só porque votam tem de acabar. Para começar, o país não é competitivo com as pessoas a viverem todas decentemente.
Não digo voltar à escravatura – é outro papão de que não se pode falar -, mas a verdade é que as sociedades evoluíram muito graças à escravatura.
... A chatice de não podermos eliminar os operários como aos sub-humanos é que precisamos destes gajos para fazerem algumas coisas chatas e, para mais (por enquanto), votam ...

O que é preciso é acabar com esses direitos garantidos que fazem com que eles trabalhem o mínimo e vivam à sombra da bananeira. Eles têm de ser aquilo que os comunistas dizem que eles são: proletários.
Acabar com os direitos laborais, a estabilidade do emprego, reduzir-lhes o nível de vida de maneira que percebam quem manda. Estes têm de andar sempre borrados de medo: medo de ficar sem trabalho e passar a ser sub-humanos, de morrer de fome no meio da rua. E enchê-los de futebol e telenovelas e reality shows para os anestesiar e para pensarem que os filhos deles vão ser estrelas de hip-hop e assim.

O outro terço são profissionais e técnicos, que produzem serviços essenciais, médicos e engenheiros, mas estes estão no papo. Já os convencemos de que combater a desigualdade não é sustentável (tenho de mandar uma caixa de charutos ao Lobo Xavier), que para eles poderem viver com conforto não há outra alternativa que não seja liquidar os ciganos e os desempregados e acabar com o RSI e que para pagar a saúde deles não podemos pagar a saúde dos pobres.

Com um terço da população exterminada, um terço anestesiado e um terço comprado, o país pode voltar a ser estável e viável.

A verdade é que a pegada ecológica da sociedade actual não é sustentável.
E se não fosse assim não poderíamos garantir o nível de luxo crescente da classe dirigente, onde eu espero estar um dia.

Não vou ficar em Massamá a vida toda. O Ângelo diz que, se continuarmos a portarmo-nos bem, um dia nós também vamos poder pertencer à elite.

Por José Vítor Malheiros, no Público»

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por NCBPortugal às 23:32

Pátio Velho practisch..

Sábado, 29.09.12
de tentoonstelling bij Herman en Magda is tot 18 november geopend en kan bezocht worden op zaterdagen en zondagen van 12 tot 20u of op afspraak een ander moment.
Er is ook een bar, daar kan je gezellig iets drinken en een hapje eten.
meer info: bel Herman 968 836 343

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por NCBPortugal às 10:23

tentoonstellig in Pátio Velho

Sexta-feira, 28.09.12
Wij hebben de eer u uit te nodigen op de opening van de tentoonstelling van Adelino Cunha.

op vijf oktober om 18.00h. In onze kunstgalerie “PÁTIO VELHO”in Vale do Ferro

Getiteld: “ DO RESTAURO À ESCULTURA”

Adelino toont ons hoe hij eenvoudige, meestal gevonden voorwerpen, omvormt tot sculpturen.

Door de combinatie van recyclage, fijn vakmanschap en kunstzinnige verbeelding komt hij tot verrassende resultaten. Hij leert ons verder te kijken dan onze neus lang is. En tijdens uw volgende natuurwandeling dingen te zien die er (nog)niet zijn.

Herman en Magda 968.83.63.43



We have the honor to invite you to the opening of the exhibition of Adelino Cunha.
on 5 October at 18.00h.
Titled: "DO RESTAURO À ESCULTURA" In our art gallery “PÁTIO VELHO”
Adelino shows us how simple, mostly found objects, transforms into sculptures.
With the combination of recycling, fine craftsmanship and artistic imagination he comes to surprising results. He teaches us to look beyond our nose. And during your next nature walks to see things that still do not exist
Herman en Magda 968.83.63.43



Temos o prazer de convidár V.Exa. para a inauguração da exposição de Adelino Cunha.
no sexta-feira dia 5 de outubro às 18.00h. Em nossa galeria de arte “PÁTIO VELHO"
Intitulado: "DO RESTAURO À ESCULTRA”
O Adelino mostra como transforme objetos simples, principalmente encontrados , em esculturas e objetos de arte.
Com a combinação de reciclagem, artesanato fino e imaginação artística chega a resultados surpreendentes. Ele ensina a olhar numa outra maneira. E durante a sua caminhada próxima encontrar e ver coisas que (ainda) não são .
Herman en Magda 968.83.63.43

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por NCBPortugal às 22:49

Charles Hofman meldt...

Quarta-feira, 26.09.12
Het is voor mij onmogelijk om na de grote belangstelling op de begrafenis
van mijn partner Gerrit Komrij iedereen persoonlijk te bedanken, vooral ook
omdat ik van velen niet over een adres beschik.
Vandaar onderstaand dankwoord:

‘Van mij, van mij, oneindig ver van mij.’



Gerrit heeft de dood, zijn dood,

al zo intens bezongen,

dat hier de eerste jaren

geen woorden meer voor zijn.

Nu passen nog alleen: droefenis, verbijstering,

berusting, onvermogen, liefde en armzaligheid.



U gaf blijk van medeleven en hierdoor

liet u Ger voor altijd in ons voortbestaan.

Ik betuig u hier, vanuit dit stille huis,

mijn oprechte dank voor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por NCBPortugal às 11:46

Mail tegen vrij eucalyptus planten

Domingo, 23.09.12

If you want to stop the upcoming change in legislation in Portugal, concerning the liberalisation of eucalyptus plantations without restriction, that is currently being proposed and decided upon, please email this message with your name and location (region and country) at the bottom to this address: regimearboriz@afn.min-agricultura.pt Please do this as soon as possible. 

Ex.mos Senhores: Recentemente tomei conhecimento da alteração da legislação sobre Arborização e Rearborização, a qual abre a porta à liberalização das plantações de eucalipto. Na sequência desta notícia, solicito a atenção de V. Ex.a para o assunto que passo a expor. As práticas de monocultura do eucalipto, uma espécie fortemente alelopática, provoca a destruição da biodiversidade através da inibição do crescimento de plantas vizinhas. O eucalipto é uma espécie que afasta qualquer biodiversidade animal, visto que as suas folhas contêm óleos essenciais voláteis e compostos químicos os quais actuam como pesticidas, eliminando muitas espécies de insectos e outros artrópodes essenciais ao funcionamento do ecossistema. O eucalipto está classificado como uma espécie exótica invasora. Contém um longo sistema radicular que, associado a uma sede desmedida e a uma taxa de crescimento elevada, torna numa única geração qualquer solo fértil em deserto, sendo necessárias muitas mais para recuperá-lo posteriormente. Erradicar o eucalipto é extremamente difícil, sendo somente possível com a intervenção mecânica de grande escala – revolvendo e removendo qualquer tronco e raiz – ou após a total exaustão do solo. O eucalipto depende do fogo para a germinação da sua semente. Consequentemente, a espécie evoluiu no sentido da criação das condições ideias para fogos florestais, tal como temos tido a oportunidade de observar nas últimas semanas. Será a nossa necessidade de papel razão suficiente para transformar o país numa caixa de fósforos? Economicamente e a nível do ambiente, o eucalipto é uma cultura não rentável comparada com diversas outras espécies nativas portuguesas. O valor monetário do eucalipto está actualmente tão baixo, devido à sobre-exploração e produção barata noutros países como o Brasil, que mal compensa o investimento em plantações. De facto, actualmente esta monocultura só se torna possível através da injecção de grandes subsídios. Uma alternativa mais rentável e sustentável seria a criação de florestas de espécies nativas portuguesas como o carvalho, o castanheiro e o sobreiro, as quais providenciariam uma maior variedade de produtos bem como uma produção de madeira mais rentável e de melhor qualidade. Se bem geridas, estas florestas criariam uma receita que cresceria com o passar dos anos, e que poderia ser aproveitada todos os anos ao invés de num ciclo de nove anos, como o caso da monocultura de eucalipto. É também de salientar que a grande variedade e amplitude de diferentes produtos possíveis de obter tornaria qualquer investidor menos sujeito às flutuações do mercado em relação a um único produto e à devastação resultante da perda total duma plantação devido a um fogo ou doença. Tendo em conta todas as razões citadas em cima, peço assim que reconsiderem a alteração da legislação sobre Arborização e Rearborização, e que evoluam no sentido de proteger o nosso património natural ao investir na plantação de espécies nativas, as quais são naturalmente mais resistentes ao fogo - protegendo as vilas e aldeias mais expostas a este factor - e potenciam uma maior diversidade de espécies da flora e fauna portuguesas. Agradecendo antecipadamente a atenção de V. Ex.a, apresento os meus melhores cumprimentos, (NAME) (REGION, COUNTRY)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por NCBPortugal às 09:45

Mooie uitzending Collegetour over D. Tutu

Sábado, 22.09.12

http://www.uitzendinggemist.nl/afleveringen/1290178

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por NCBPortugal às 11:01

Nieuw slachtoffer branden

Sexta-feira, 21.09.12

O bombeiro Pedro Brito dos Bombeiros Voluntários de Coja, que estava internado nos Hospitais da Universidade de Coimbra, morreu esta sexta-feira, em sequência dos ferimentos causados no combate a um incêndio em Arganil, no qual também morreu a bombeira Patrícia Abreu.

 
foto DR
Morreu o bombeiro que ficou ferido no combate ao incêndio de Arganil
Pedro Brito
 

A informação foi confirmada ao JN pelo Bombeiros Voluntários de Coja.

Pedro Brito estava internado desde o dia 15 no serviço de Cirurgia Plástica e Queimados dos Hospitais da Universidade de Coimbra com queimaduras de 2º e 3º graus e manteve um prognóstico reservado até esta sexta-feira.

Os bombeiros combatiam um fogo na floresta de Casal Cimeiro, freguesia de Barril de Alva, quando se despistaram na viatura em que seguiam. Ao tentarem fugir, foram apanhados pelas chamas.

Do acidente resultaram ainda mais três feridos, que, segundo os Bombeiros Voluntários de Coja, "estão a recuperar bem".

O funeral da bomberia Patrícia Abreu, de 25 anos, realizou-se no domingo no cemitério da freguesia de Coja.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por NCBPortugal às 21:46

Dagiro concert gaat niet door

Sexta-feira, 21.09.12

Em homenagem a um amigo nosso e desta casa, o bombeiro PEDRO BRITO que se encontrava em estado grave na unidade de queimados dos HUC, falecido no dia de hoje pela manhã, informamos que o espectáculo marcado para amanhã, dia 22 de Setembro de 2012, "DAGIRO In Concert", foi cancelado e adiado para, ainda a confirmar, dia 29/09/2012. Pelo facto as nossas desculpas mas, por amizade e respeitopora alguém que perdeu a vida desta forma tão ingrata, não seria possível proceder de outra forma. As nossas condolências `todos os familiares e amigos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por NCBPortugal às 21:43

Quinta da Tapada meldt:

Quarta-feira, 19.09.12

Quinta da Tapada

Tapada Cultural, Lda

Rua da Tapada 360

Lamas Ferreira d' Aves

3560-049 Sátão

tel: 00 351 232 661 074 http://www.tapadacultural.com

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por NCBPortugal às 11:26

Branden

Terça-feira, 18.09.12

INCÊNDIOS

Detida sexagenária suspeita de fogo posto em Arganil por Lusa, publicado por Leonor Mateus FerreiraOntem

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção, através da Diretoria do Centro, de uma sexagenária em Arganil (Coimbra), pela presumível prática de um crime de incêndio florestal, com recurso a um isqueiro. A detenção, que contou com a colaboração da GNR de Arganil, ocorreu no domingo, estando a suspeita, casada, doméstica, "fortemente indiciada" de, pelas 12:35, "com um isqueiro, ter ateado dois focos de incêndio em terrenos povoados por vegetação seca e mato, tendo colocado em grande perigo floresta e habitações", refere a PJ em comunicado. Segundo uma fonte da GNR de Coimbra, o alerta foi dado à Guarda Nacional Republicana por populares, que terão visto a mulher, de 63 anos, a atear as chamas com o isqueiro junto a residências em Sernadela. Uma patrulha da GNR deslocou-se ao local, tendo verificado que tinha sido ateado o fogo, entretanto apagado por populares. Uma fonte policial disse hoje à agência Lusa, que a mulher, sem antecedentes nestes crimes, relatou ter agido depois de ter ingerido bebidas alcoólicas. A mesma fonte adiantou haver suspeitas de que poderá haver da parte da sexagenária "uma forte pulsão" para este tipo de atos. A detida vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas, é referido no mesmo comunicado da PJ.

A Polícia Judiciária já deteve 52 pessoas, durante este verão, pela prática de crimes de incêndio florestal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por NCBPortugal às 16:38


Pág. 1/2








comentários recentes

  • Marant

    Wij zijn al open vanaf vrijdag 5 september!!

  • MARANT

    Nog gedurende deze expositie hebben we een special...

  • Karin Hulsman

    Helaas, de markt gaat morgen niet door. De volgend...

  • Bert ten Brinke

    Mooi, Leni.Dit gedicht is muzikaal vertolkt door h...

  • Anónimo

    gostei do blog

  • leni

    ocharme die non... 'k zou niet in haar plaats will...

  • marten salverda

    Vanuit Nederland onze oprechte deelneming! Sterkte...

  • Leen

    http://e-beira.com/index.php?option=com_adsmanager...

  • Leen

    http://www.facebook.com/events/283276478451184/We ...

  • NCBPortugal

    ja, inderdaad .De volgende is op 1 juli.Leni




subscrever feeds